CRÍTICA: Millie Bobby Brown entrega uma de suas melhores atuações em ‘Enola Holmes’

Você já deve ter assistido várias produções sobre a história de Sherlock Holmes, o famoso detetive britânico. Ao longo dos anos, vários atores que conhecemos deram vida ao personagem, entre eles os renomados Robert Downey Jr, Benedict Cumberbatch e Ian McKellen. Mas será que você conhece a história de sua irmã?

O mais novo filme original da Netflix irá contar a história de Enola Holmes (que também é o nome da produção), a irmã mais nova do detetive que parte em sua própria aventura. Interpretada pela Millie Bobby Brown (Stranger Things), Enola é uma menina que cresceu ao lado de sua mãe. Quando ela desaparece, fugindo do confinamento da sociedade vitoriana e deixando dinheiro para trás para que ela faça o mesmo, a menina inicia uma investigação para descobrir o paradeiro dela, ao mesmo tempo que inicia uma jornada de autoconhecimento e busca pela pessoa que ela deseja ser.

Reprodução | Netflix

Mesmo que toda a trama se passe durante o século XIX, o filme retrata verdadeiramente a realidade que estamos vivendo: a luta pela igualdade e diversidade! O empoderamento feminino está em todos os momentos do filme. Às vezes, não apenas na fala, mas no figurino, na fotografia e até mesmo na maneira com que a personagem principal se expressa. O fato da história se passar em uma época totalmente diferente da atualidade, não elimina o fato da história ter poder e trabalhar a mensagem de uma forma direta, objetiva e natural. Enola Holmes não é uma garota criada para casar e ter filhos, ela foi criada para correr atrás dos seus sonhos, para questionar as coisas e para tomar suas próprias decisões. De longe, um dos pontos mais fortes do filme.

Por causa disso, precisamos destacar a atuação de Millie Bobby Brown! Enola Holmes é de longe um dos seus melhores papéis, se não, o melhor (isso mesmo, melhor que Eleven!). O talento da atriz é explorado de uma forma que nunca vimos, apresentando uma atuação carismática, cativante e poderosa. Uma das melhores partes do filme é vê-la em uma cena de luta com vestido, espartilho e salto alto. Ninguém tem o poder de parar a Enola e a Millie transmite muito bem essa mensagem, mesmo com o interesse amoroso Lord Tewksbury, interpretado por Louis Partridge.

Reprodução | Netflix

O romance adolescente é introduzido de uma maneira sucinta sem tirar o brilho da protagonista. Todas as decisões são feitas por ela, o que aumenta ainda mais a ideia dela estar no controle da sua própria história. Porém, a atuação de Luis é impecável e é um dos pontos de alívio cômico da história. Ele entrega um Lord charmoso que luta para construir uma Inglaterra melhor para todos. Ele apoia a revolução!

E já que estamos falando de atuação, não poderíamos deixar de lado a atuação impecável de Henry Cavill e Sam Clafin, os irmãos Holmes. Henry entrega uma versão diferente do detetive do que foi apresentado em outras adaptações. O Sherlock de ‘Enola Holmes’, é um cara reservado, que não se envolve em questões públicas, até se reaproximar de sua irmã. Temos um trabalho com seus sentimentos e emoções, mostrando um lado mais humano do personagem.

Reprodução | Netflix

Já Sam Claflin, mostra que é um dos melhores atores de sua geração com uma atuação impecável na pele do irmão mais velho, Microft Holmes, um milionário que só pensa no seu bem-estar e como tirar vantagem das coisas. Ele não se importa com as vontades de sua irmã mais nova, apenas isso pode afetar sua reputação. Ele é frio e irritante, graças a atuação maravilhosa de Claflin.

Outro nome que não podemos deixar passar é Helena Bonham Carter. Toda a história gira em torno do desaparecimento de sua personagem, Mrs. Holmes, e mesmo que tenha uma participação pequena (90% flashback), ela consegue encantar e roubar a cena.

Reprodução | Netflix

Por causa disso, ‘Enola Holmes’ é um filme com uma mensagem empoderada, mas que gira em torno da família. Os flashbacks são introduzidos durante a história de uma maneira necessária para mostrar a construção das relações da Família Holmes. Tudo é conectado e explicado, graças ao roteiro carismático e leve criado pela dupla Nancy Springer e Jack Thorne.

Resumindo, ‘Enola Holmes’ entrega uma história carismática e forte. É um filme leve para ver com toda a família, com os amigos e até mesmo sozinho, porque no final você terá um lindo sorriso no rosto. Um roteiro criativo, com um elenco maravilhoso que entrega uma experiência maravilhosa.

‘Enola Holmes’ estreia dia 23 de setembro na Netflix!

Thatiane Molina

26, leonina, publicitária e apaixonada por cinema

Não há comentários ainda

Comentários

Seu email não será publicado.