EXCLUSIVO: HRVY fala sobre ‘Nevermind’, TikTok e apoio de estrelas de ‘Stranger Things’

O HRVY com certeza é um nome para que todos fiquem de olho, e nós já estamos faz tempo. O jovem de 21 está no mundo do entretenimento há um bom tempo e está prestes a lançar o primeiro álbum, e claro que o Febre Teen bateu um papo com ele para falar sobre os próximos planos, o single “Nevermind” e Brasil. Ah, e no final dessa matéria tem um game incrível que fizemos com o multi-talentoso ao qual ele fala de TikTokers, incluindo Blake Gray e Tayler Holder.

Se tem uma música que estamos viciados, é “Nevermind“. HRVY lançou a canção no final de julho e não conseguimos tirar do nosso fone de ouvido, assim como os outros lançamentos do cantor. Segundo o britânico, a música é sobre se envolver emocionalmente com alguém e achar que vocês são exclusivos, mas a outra pessoa não pensa da mesma maneira.

“‘Nevermind’ está disponível, vocês já podem conferir, mas eu escrevi essa música em LA no ano passado. Leva bastante tempo para uma música ser lançada, porque temos uma agenda grande e várias coisas precisam acontecer antes de lançar uma música. É sobre uma situação pessoal, ao mesmo tempo que é uma situação inventada, porque eu acabei pegando inspirações de coisas diferentes. Essa vêm de uma experiência pessoal em que achei que eu e essa pessoa éramos alguma coisa, sabe quando você fala com alguém e pensa ‘ok, nós meio que somos exclusivos um para o outro, porque estamos conversando já faz um tempo’ e no final acaba que não estavam no mesmo nível. Ela não estava pensando da mesma forma, estava vendo outras pessoas, saindo com outras pessoas, e eu estava ‘ok, legal, achei que você era minha, mas não era’. Então essa foi a inspiração da música, e eu a escrevi com o Michael Pollack e J Hart. Eles escreveram muitas coisas do LAUV, muitas coisas do Justin Bieber. Então foi incrível trabalhar com eles, eu os amo.”

O clipe tem toda uma pegada de ficção científica e muitas pessoas acreditam que a inspiração dele foi em filmes e séries como “Mad Max” e “The 100“. Claro que perguntamos para o cantor como foi a criação desse vídeo e qual foi sua verdadeira inspiração, já que muita gente estava especulando.

“Foi! ‘Mad Max’, ‘Maze Runner’, ‘The 100’, ‘Star Wars’, todos misturados, eu amo todos esses filmes e séries, amo ‘The 100’. Sempre fui um grande fã de filmes sci-fi, sempre quis fazer clipes que fossem super cinematográficos e sentir como se fosse um filme, porque eu já vi vários clipes e eles só se parecem com outros clipes, sabe? É uma coisa boa, mas eu queria que o meu parecesse com um filme, eu queria me sentir como a estrela do meu próprio longa. Tipo o Leonardo Di Caprio.”

Para quem não sabe, o clipe de “Nevermind” é a continuação do vídeo de “Me Because of You“, lançado em fevereiro desse ano. Os dois vídeos tem essa pegada de ficção científica, mas cada um voltado para um lado: futuro e apocalipse. Então imagina como foi o processo criativo disso tudo.

“Eu sentei uma noite e decidi que queria um clipe que durasse duas músicas, porque sempre achei que 3 minutos não é o suficiente para um clipe, especialmente porque eu queria fazer um ‘mini-filme’, então pensei que 3 minutos definitivamente não era o bastante. Precisava de 2 músicas para o enredo. Queria uma mais futurista, com luzes neon, e a outra que fosse mais apocalíptica, essas foram as referências. Nós fomos para a África do Sul para gravar os clipes e gravamos por 3 dias, e foi super divertido, foi muito bom, bem cansativo, mas o time foi incrível, e a locação era insana, usamos CGI (imagens geradas por computador) vez ou outra para ter certeza de que estávamos no futuro. Foi muito legal, eu adoro fazer clipes, e eu acho que os fãs gostaram também, então estou feliz que eles gostaram.”

No clipe, HRVY mostra alguns passos de dança e sabemos que ele adora a arte. Ele já dançou em outros clipes e momentos da carreira, o que nos fez questionar se ele nasceu com os dotes ou se teve que aprender depois que entrou na indústria da música. O cantor revelou que foi um pedido da gravadora e ele acabou se apaixonando.

“Eu canto desde criança e nunca tinha realmente dançado. Um dia eu estava conversando com uma pessoa da minha gravadora que disse ‘precisamos que você faça alguma coisa que não seja só ficar parado cantando, precisamos que você dance, que pareça um pouquinho descolado’. Eu fiquei apavorado porque achei que não podia dançar, e eu achava que eu parecia um idiota dançando. Acabou que eu não sou ruim, eu acho, e me apaixonei por isso. Agora amo dançar da mesma forma que amo cantar, e sempre quis aprimorar minha dança, então acho estranho de gravar um clipe ou fazer um show sem dançar, me sinto nu, sinto que não estou sendo eu mesmo, então a dança se tornou algo grande pra mim, e tenho uma boa relação com isso. Acho que fui acolhido nesse mundo, e espero que, se você me assistiu dançando, eu pareça bem – ou eu pareço mal dançando, eu não sei, me diga você.”

Com tanto tempo de carreira, HRVY lançará o seu primeiro álbum que leva o nome de “Can Anybody Hear Me?“. Segundo o cantor, será uma amostra da sua jornada até hoje com músicas do passado e outras recentes, o que com certeza vai mostrar o seu crescimento na indústria. Mas ele também contou uma curiosidade sobre a capa que ninguém sabia.

“Levou um tempo para ficar pronto, e como eu disse, já tem um tempinho que estou produzindo um álbum. Ele tem músicas antigas, de quando eu comecei a compor, e algumas que eu literalmente compus há um mês. É a minha cronologia, minha jornada inteira até agora em um pequeno álbum. Acho que na versão deluxe tem 17 músicas, nós fizemos muitas para o álbum deluxe. Uma coisa que as pessoas não sabem é que eu mudei a capa do álbum, eu genuinamente pensei em mudar 8 vezes. Honestamente pode ter sido até mais, porque a quantidade de vezes que mudei a capa foi insana. Todos os dias eu acordava, olhava para a capa no meu celular e eu ficava ‘isso está muito ruim’, ‘eu não estou bonito’, ‘no que eu estava pensando ontem?’, e aí eu mudava. Na semana seguinte eu acordava e pensava ‘sabe de uma coisa? Aquela da semana passada estava muito boa, vou mudar de volta’. Minha gravadora me odiava porque todo santo dia eu ficava ‘podemos mudar isso, por favor?’ Eu não conseguia me decidir sobre a capa, literalmente não conseguia, e mesmo agora quando eu olho pra ela, eu fico tipo ‘hmm, adoraria mudar’. Eu acho que você nunca fica inteiramente feliz, porque eu nunca estou 100% feliz feliz, eu estou bem feliz, mas tenho essa coisa, sempre quero mudar as coisas, mas estou bem.”

Mesmo sem ter lançado o seu álbum, o jovem tem uma grande fanbase e é reconhecido por diversos artistas. Pessoas como Millie Bobby Brown e Noah Schnapp, de “Stranger Things“, gravaram vídeo dançando suas músicas e com certeza isso foi algo importante para a carreira do britânico

“É super legal, especialmente porque sou amigo da Millie. Eu assisti ‘Stranger Things’, eu amo a série. Eles amaram ‘Personal’ e amaram ‘Million Ways’ também. É realmente muito legal ser reconhecido por outras pessoas que estão nesse mundo, são pessoas grandes no entretenimento. É muito bom ter apoio de famosos, é bom ter esse tipo de suporte, porque às vezes você sente que está sozinho, e algumas vezes você pensa que eles estão na deles e não estão te vendo, então ter alguém que você admira ou pessoas que gostam do trabalho, é uma ótima sensação.”

Por falar em “Personal“, a canção estourou no TikTok e grandes nomes como Charli D’Amelio e Addison Rae gravaram vídeos dançando e dublando a música. Diversos artistas estão usando a rede social para divulgar seus novos trabalhos, e perguntamos o que HRVY acha disso. Mas claro que também não deixamos de perguntar sobre a possível proibição do app nos Estados Unidos.

“Sabe de uma coisa? Eu tenho uma relação de amor/ódio com o TikTok. Eu amo porque eu assisto todas as noites, sento e fico vendo a noite toda, e como você disse, algumas músicas minhas viralizaram, especialmente ‘Personal’, graças à essa plataforma. Ela é ótima. O único ponto negativo disso é que eu sinto que todo mundo, especialmente artistas, tentam ter o seu ‘viral’ no TikTok. Estou na indústria com vários artistas e eles dizem a mesma coisa, sentem que, quando estamos no estúdio, ficam ‘você vai poder dançar [a música] no Tik Tok?’, ou ‘você vai conseguir viralizar?’ Estão sempre pensando nisso, o que não é uma coisa ruim, mas às vezes você não quer focar em um aplicativo, e sim na música. Por ter várias canções incríveis bombando no aplicativo, todo mundo está tentando fazer isso. Está cada vez mais difícil, odeio quando isso acontece. Quando isso aconteceu pela primeira vez foi muito orgânico, as pessoas dançaram, elas amaram, mas agora eu sinto que todo mundo está tipo ‘ok, assista a dança do Tik Tok’. O que é legal, mas as pessoas querem se aproveitar disso. É por isso que é um ótimo aplicativo, eu sou a favor do Tik Tok, real. Espero que não seja banido, dedos cruzados para não ser banido, porque eu amo o aplicativo. Quem sabe o que acontece com os Estados Unidos? Nós nunca sabemos.”

@charlidamelio

♬ Personal – HRVY

O cantor conquistou muitos fãs ao redor do mundo, principalmente no Brasil. Em um vídeo que gravou com Loren Gray, ele chegou a encontrar alguns brasileiros em uma loja em Los Angeles, mas o que queríamos saber mesmo é como é a relação dele com seus fãs e se pretende vir ao Brasil quando a pandemia acabar.

“Sim, eu adoraria ir ao Brasil, sempre quis ir. Viajei por todas as partes do mundo nos últimos anos, mas Brasil é o lugar que nunca fui, então espero que eu possa ir ano que vem ou quando a pandemia acabar. Eu recebo muitos tweets de fãs brasileiros e várias DMs no Instagram, e eles sempre dizem ‘olá, sou do Brasil e adoraríamos que você viesse pra cá’, então eu definitivamente gostaria de ir, e acho que é um lugar lindo, então se as pessoas me deixarem ir, eu amaria me juntar a vocês do Brasil.”

E claro que ele deixou um recadinho para os fãs do Brasil antes de jogarmos o game de quick questions.

“Olá a todos os fãs brasileiros assistindo. Muito obrigado por todo seu apoio, eu amo muito vocês, espero que eu possa ver vocês em breve. Ouçam o álbum! Façam stream das músicas!”

>

Leticia Annes

Editora do Febre Teen Insta/Twitter: @le_annes

Não há comentários ainda

Comentários

Seu email não será publicado.