Ray Fisher, de ‘Liga da Justiça’, acusa diretor do filme por postura ‘abusiva e inaceitável’

O ator Ray Fisher, o Ciborgue, em a ‘Liga da Justiça‘, afirmou que o diretor Joss Whedon teve um comportamento inadequado com o elenco e a equipe no set do filme. Sem dar muitos detalhes, o ator disse que o cineasta tinha apoio do então CEO da DC, Geoff Johns, e do produtor Jon Berg.

Devido à morte trágica de sua filha, Zack Snyder abandonou o filme 2016 e Joss assumiu as filmagens depois da saída, mas a reação negativa em torno do filme estimulou os rumores em torno da versão original do filme, e vale lembrar que muito material não entrou na versão final.

via GIPHY

“O tratamento que Joss Whedon seu ao elenco e à equipe no set de Liga da Justiça foi nojento, abusivo, antiprofissional e completamente inaceitável. Ele foi apoiado, de muitos modos, por Geoff Johns e Jon Berg. Responsabilidade > Entretenimento”, afirmou.

Até o momento, Joss Whedon não se manifestou a respeito das críticas.

André Luiz Freitas

EDITOR DE CINEMA/TV - E aí, que tal falarmos sobre música, série e filmes? Me chama lá @andreluizfreitas_

Não há comentários ainda

Comentários

Seu email não será publicado.