Jake Paul se aproveita de protestos nos Estados Unidos para gravar vlog saqueando lojas

No último fim de semana aconteceram manifestações antirracismo em protesto contra a morte de George Floyd e milhares de outras vítimas pretas por todo os Estados Unidos.

Diversos famosos se juntaram às manifestações para mostrar apoio ao movimento #BlackLivesMatter.

#BlackLivesMatter: Ariana Grande, Halsey e outros famosos vão às ruas

Mas é claro que infelizmente teve aqueles que parecem ter participado só para aparecer e causar.

Jake Paul foi muito criticado depois que um vídeo dele e de seus amigos saqueando um shopping em Scottsdale no Arizona viralizou.

“repito vai se f**** Jake Paul. Ele é um milionário saqueando enquanto pessoas estão lá fora protestando, sendo baleadas com balas de borracha, gás lacrimogênio, sendo espancadas por policias”

No vídeo, ele e um grupo de pessoas estão dentro de um shipping saqueando e roubando lojas. Em um outro, Jake e um grupo de pessoas acendem fogos de artifício fora so shopping. Não está claro se é o mesmo local ou não.

Após seu nome ter ido parar nos trending topics do Twitter com milhares de pessoas indignadas com Jake Paul destruindo diversas lojas e com uma câmera na mão gravando tudo para seu canal, o YouTuber postou uma declaração:

+ Relembre a treta em que Jake Paul insultou Zayn, e Gigi Hadid o detonou pelo Twitter

“Para ser absolutamente claro, nem eu nem ninguém em nosso grupo se envolveu em saques ou vandalismo. Por um contexto, passamos o dia fazendo nosso parte protestando pacificamente por uma das mais horríveis injustiças que nosso país já viu, o que nos levou a ficar com lágrimas nos olhos por filmar os eventos e a brutalidade que se desenrolavam no Arizona. Fomos gaseados e forçados a continuar andando a pé. Filmamos tudo o que vimos em um esforço para compartilhar nossa experiência e atrair mais atenção à raiva sentida em todos os bairros em que passamos; estávamos estritamente documentando, não envolvendo. Não tolero violência, saques ou violações da lei; no entanto, entendo a raiva e a frustração que levaram à destruição que testemunhamos e, embora não seja a resposta, é importante que as pessoas a vejam e coletivamente descubram como avançar de maneira saudável. Estamos todos fazendo o melhor possível para ajudar e aumentar a conscientização; não é hora de atacar um ao outro, é hora de se unir e evoluir”

Claro que ninguém acreditou na história de Jake, principalmente por seu passado problemático.

“Você estava com uma câmera e uma garrafa de vodca que você roubou do PF Chang’s”

“Amigos, Jake Paul é um mentiroso e está usando o sinal da virtude para evitar ser responsabilizado por explorar um protesto / movimento pelo seu vlog. Ele é a personificação do privilégio branco. Ele foi pego na câmera saqueando no Arizona”

“Jake Paul indo ao protesto só para saquear e gravar vlog… um rato”

Em maio, uma menina disse que foi drogada em uma festa organizada pelo YouTuber. Os relatórios vieram à tona depois que a mãe de uma garota que compareceu à festa informou a outros pais que sua filha e oito outras meninas acabaram no hospital depois que algo foi colocado em suas bebidas.

Alguns meses depois, Jake foi acusado de transfobia. Mais tarde, sua equipe compartilhou uma declaração de que havia iniciado uma investigação interna para determinar exatamente o que foi desdobrado e o contexto completo, para que medidas apropriadas possam ser tomadas para garantir que isso não ocorra novamente.

Karen Cesar

Twitter: @kaarencesar Instagram: @karencesar_

Não há comentários ainda

Comentários

Seu email não será publicado.