Halsey revela que foi atingida por balas de borracha em protesto: “Imploramos por empatia”

Halsey estava no meio da multidão que participou dos protestos em todo o Estados Unidos no sábado (30 de maio) para que a justiça seja feita, depois que George Floyd, um homem negro de 41 anos, foi brutalmente morto por um policial. E, como alguns manifestantes, ela se viu na linha de fogo enquanto pedia justiça e o fim do racismo.

A cantora e compositora birracial, sua mãe é irlandesa, italiana e húngara, seu pai afro-americano, compartilhou com seus fãs alguns relatos do processo que participou e até que sofreu ataques por parte dos policiais.

Reprodução/Instagram

“Éramos mãos pacíficas. Eles abriram fogo de balas de borracha e gás lacrimogêneo várias vezes sobre nós. cidadãos que não os estavam provocando”, escreveu Halsey, que continuou; “A maioria de nós estava simplesmente implorando que eles tivessem empatia. reconsiderassem. que considerassem a humanidade e a história e o futuro de nossas nações. Eles abriram fogo várias vezes. Fui atingida duas vezes. Uma vez por balas e outra por estilhaços. Fomos gaseados repetidamente por horas”.

Reprodução/Instagram

A cantora encerrou dizendo que, apesar de ter sido atacada pelos policiais na “linha de frente, não cedeu” e incentivou seus seguidores a “terem coragem”, e falou que ela voltaria a protestar.


#BlackLivesMatter

Daniel Pacônio

Redator do Febre Teen desde 2013 Sempre Fazendo Matérias de Fã para Fã Twitter/Instagram- @danielpaconios

Não há comentários ainda

Comentários

Seu email não será publicado.