Halsey relata violência com manifestantes e mostra indignação com situação

Halsey está determinada a lutar contra o racismo e que a justiça seja feita no caso da morte de George Floyd, que foi assassinado por um policial em Mineápolis, Minnesota, EUA.

No ultimo sábado, 30 de maio, a cantora participou de um protesto na cidade de Los Angeles, no qual ele foi alvejada por uma bala de borracha e estilhaços e, em um relato muito emocionante, ela falou sobre a violência da policia sobre os manifestantes e revelou que prestou os primeiros socorros ao manifestantes atingidos.

View this post on Instagram

It’s become very clear to me that some of you need to see what I’ve seen. Please swipe through this. These pictures and videos don’t even scratch the surface. It’s easy from the comfort of your home to watch looting and rioting on television and condone the violent measures being taken by forces. But what you don’t see is innocent peaceful protestors being shot at and tear gassed and physically assaulted relentlessly. You think it’s not happening, it’s only the “thugs” and the “riots”, right? The police are keeping you safe right? You’re wrong. This is happening everywhere. And innocent people exercising their rights to speech and assembly are facing violence and abuse of power. With all of our medical professionals being CONSUMED and EXHAUSTED with Covid, there is little to no medical attention available. I have first hand treated men women and children who have been shot in the chest, the face, the back. Some will lose vision some have lost fingers. I have been covered in innocent blood. My father is a black man. My mother is an EMT. This week I had to put those two associations together in ways that have horrified me. This is NOT a virtue signaling post. But I HAVE to show you what I am witnessing with my own eyes. With Trump’s decision today to enforce the mobilization of armed forces on our own citizens, this has escalated beyond your privilege and comfort to not care. Please care. We are begging you to care. This is war on Americans. This is everyone’s problem. Everyone’s. #BLACKLIVESMATTER

A post shared by halsey (@iamhalsey) on

“Ficou muito claro para mim que alguns de vocês precisam ver o que eu vi. Por favor, deslize. Essas fotos e vídeos nem arranham a superfície. É fácil, no conforto da sua casa, assistir saques e tumultos na televisão e tolerar as violentas medidas tomadas pelas forças[policia]. Mas o que você não vê são manifestantes inocentes e pacíficos sendo baleados e lacrimejantes e agredidos fisicamente incansavelmente. Você acha que isso não está acontecendo, são apenas com os “bandidos” e os “tumultos”, certo? A polícia está mantendo você em segurança, certo? Você está errado. Isso está acontecendo em todo lugar. E pessoas inocentes que exercem seus direitos à fala e à assembleia estão enfrentando violência e abuso de poder. Com todos os nossos profissionais médicos consumidos e exaustos com a Covid, há pouca ou nenhuma atenção médica disponível. Tratei em primeira mão homens, mulheres e crianças que foram baleadas no peito, no rosto e nas costas. Alguns perderão a visão, outros perderam os dedos. Fui coberto de sangue inocente. Meu pai é um homem negro. Minha mãe é paramédica. Nesta semana, tive que reunir essas duas associações de uma maneira que me horrorizou. Este NÃO é um posto de sinalização da virtude. Mas tenho que mostrar o que estou testemunhando com meus próprios olhos. Com a decisão de Trump hoje de impor a mobilização das forças armadas contra nossos próprios cidadãos, isso aumentou além do seu privilégio, o conforto para ele não se importar. Por favor, cuidado. Estamos implorando para que você se importe. Isso é guerra contra os americanos. Isso é problema de todos. Todos”

 

Daniel Pacônio

Redator do Febre Teen desde 2013 Sempre Fazendo Matérias de Fã para Fã Twitter/Instagram- @danielpaconios

Não há comentários ainda

Comentários

Seu email não será publicado.